Novidades

Deadpool 2 | Crítica do filme (SEM SPOILERS)

O grande problema do primeiro filme do Mercenário Tagarela é o excesso. São tantas piadas em sequencia que algumas ótimas sacadas acabem se perdendo no meio de tanta, mas tanta, gracinha. Deadpool 2 veio com um orçamento maior e com isso veio a preocupação de ser mais excessivo e megalômano que o anterior. Felizmente não é isso que ocorre. Ao acertarem o tom, a nova produção da Fox supera em muito a primeira aventura do anti-herói, dando mais dramaticidade ao personagem, uma melhora significativa no roteiro e com isso ajustando aquilo que o filme tem de melhor: o senso de humor.

Hilariante até a alma, Deadpool 2 teve problemas durante as filmagens. As tais “diferenças criativas” entre o astro Ryan Reynolds e o diretor Tim Miller, culminaram na demissão do segundo. Mas o resultado da briga acabou dando certo, e o Mercenário levou a melhor, pois a direção do filme caiu nas mãos de David Leitch (responsável pelos ótimos De Volta Ao Jogo e Atômica). Leitch conseguiu equilibrar as piadas com as partes dramáticas e com um roteiro mais equilibrado e um elenco mais encorpado entregou uma produção divertidíssima, repleta de tiradas sensacionais.

O grande destaque do novo elenco é a atriz Zazie Beetz, que interpreta a Domino. Sua habilidade em sempre ter sorte rende ótimas cenas e momentos hilariantes, principalmente quando bate de frente com Deadpool que não acredita que sorte é um superpoder. Outros personagens secundários, como o taxista Dopinder (Karan Soni), aumentaram sua participação na tela e acrescentaram muito ao filme. Deadpool 2 acerta também em cheio na escolha de Josh Brolin no papel de Cable. O ator, que também está em cartaz em Vingadores: Guerra Infinita interpretando Thanos, consegue elevar o nível do personagem com uma grande atuação e ótima química com Reynolds.

A história de Deadpool 2 é bastante simples. Depois de sofrer um abalo, o Mercenário Tagarela se refugia na mansão dos X-Men. Enquanto isso, Cable vem para o nosso presente para matar um garoto antes dele se tornar um tirano no futuro. Os caminhos deles se cruzam e Deadpool quer ajudar o menino, pois acredita que ele é capaz de se recuperar e se salvar desse destino aterrorizante. Qualquer semelhança com o Exterminador do Futuro não é mera coincidência e, lógico, tem piadas sobre isso. Por falar nos mutantes, personagens queridos dão o ar da graça rapidamente e um vilão muito querido vai fazer muita gente surtar no cinema.

Por falar em piadas, impressionante como elas casam bem com as ótimas cenas de ação do filme e com as partes mais ‘sérias’ também. Sempre na medida, elas não perdoam ninguém. Marvel, Fox, DC, diversos filmes, situações e personagens são alvos da metralhadora giratória de Deadpool. A “homenagem” ao filme Instinto Selvagem é de chorar de rir.

Mas nada disso seria possível se Reynolds não fosse o protagonista do filme. É impressionante como ele incorpora perfeitamente o papel de Deadpool. Não é nenhum exagero afirmar que assim como Robert Downey Jr nasceu para ser Tony Stark e Christopher Reeve para ser o Superman, ele nasceu para viver o Mercenário Tagarela. Definitivamente este é o papel de sua vida.

Por fim, importante ressaltar que existem duas cenas durante os créditos de Deadpool 2 e elas são absurdamente geniais. Impossível não gargalhar com ambas. Fique no cinema até o final. Acredite. Valerá muito a pena.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (422 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.