‘Não Se Preocupe Querida’ | Muito barulho por muito pouco

Recheado de polêmicas sobre os bastidores, o filme ‘Não Se Preocupe Querida’ acaba de chegar nos cinemas com muitas expectativas por parte do público. As fofocas que foram reveladas durante a semana de seu lançamento no Festival de Veneza e pelas redes sociais, infelizmente fizeram com que tudo o que aconteceu antes do lançamento do filme fosse muito mais interessante do que ele.

A trama segue Alice (Florence Pugh) uma dona de casa que vive em uma comunidade planejada no meio do deserto, aparentemente na década de 1950. Ela e seu marido Jack (Harry Styles) vivem felizes junto a seus vizinhos e sua comunidade.

LEIA TAMBÉM: ‘Moonage Daydream’ é um documentário épico e emocionante

A cidade existe para proteger e abrigar os trabalhadores do projeto Vitória, no qual Jack e os outros homens trabalham, mas que nenhuma das esposas sabe nada a respeito. Após uma série de acontecimentos perturbantes com uma de suas vizinhas Margaret (Kiki Layne), Alice começa a questionar tudo sobre sua vida e amada comunidade.

Não Se Preocupe Querida tem uma áurea de suspense que realmente deixa o espectador tenso. Mas se alastra por muito tempo em seu suspense e tensão, e faltam respostas para as perguntas que ele faz. Deixa o espectador com muitas dúvidas e esquece de se aprofundar em detalhes demais que a trama entrega.

Não Se Preocupe Querida

Problemas e virtudes

A diretora Olivia Wilde não soube conduzir o roteiro de forma boa, ela não entrega tudo aquilo que a trama poderia entregar. O fato de ela também ter atuado no filme, e seu personagem ser extremamente raso, da mesma forma que sua direção é, leva a um questionamento que talvez Olivia tentou ser multitarefa demais, e infelizmente não se saiu bem em nada que se propôs.

O filme tem um visual muito bonito, cheio de cores e com uma produção e figurino exemplar, tudo muito destacado pela fotografia que é incrível. Com uma trilha sonora sufocante, que consegue dar o tom de vários momentos do filme, sejam leves ou tensos.

No entanto, apesar da ótima produção, seu roteiro deixa a desejar e as atuações medíocres e rasas acabam com o que poderia ser um filme realmente diferente e com um plot twist que iria ser comentado por muito tempo. Mesmo que ele tente fazer analogias a diversas coisas, como o machismo e o supercontrole que homens querem submeter as mulheres, falta conteúdo para conseguir embasar todas essas analogias.

Destaque

O maior destaque do longa sem dúvidas é a atriz Florence Pugh, uma força da natureza, ela é o filme. Em outras palavras, se ela não estivesse presente, ele seria infinitamente pior. Florence entrega cada sentimento que sua personagem Alice está vivendo em cada momento que ela está em cena.

Ela claramente está em um nível de atuação superior que seus colegas, o que é exemplificado muito bem por cada uma de suas interações com Harry Styles.

Por fim, Não Se Preocupe Querida é um filme que será comentado por muitos anos. Por todas as polêmicas e fofocas que, em suma, envolveram seus bastidores e por ter enganado diversos críticos ao se mostrar extremamente promissor em todos os seus materiais de divulgação. E realmente, sua trama era promissora, mas caiu na mão da diretora errada que não conseguiu explorar todo o seu potencial.

Trailer – Não se Preocupe Querida

Ficha Técnica

Título original: Don’t Worry Darling
Direção: Olivia Wilde
Roteiro: Katie Silberman, Carey Van Dyke, Shane Van Dyke
Elenco: Florence Pugh, Olivia Wilde, Harry Styles, Chris Pine, Gemma Chan
Duração: 122 minutos
Onde assistir: somente nos cinemas
Data de estreia: 22 de setembro de 2022
País: Estados Unidos
Gênero: drama, suspense
Ano: 2022
Classificação: 16 anos

Ana Teresa

Learn More →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.