Novidades

Throwback Thursday: Clube dos Cinco

Dizem por aí que ninguém vive de passado. E é verdade. Mas é sempre bom voltar e revisitar alguns pontos da história e matar as saudades. E, para inaugurar o Throwback Thursday da Dimensão Geek com chave de ouro, vamos rememorar um ícone do cinema mundial que completa 30 anos este ano: Clube dos Cinco.

Lançados em 15 de fevereiro de 1985, o longa conta a história de cinco adolescentes que, após se envolverem em problemas, são obrigados a passar uma tarde de sábado em detenção na escola e escrever uma redação sobre quem são eles mesmos. Ao longo do dia, cada um deles vai conhecendo o outro e a si mesmo melhor.

 

 Conhecendo os personagens

 

  • John Bender, o Criminoso (Judd Nelson)

A primeira impressão causada por ele é a pior possível: irônico, arrogante, marrento, provocador. Aquele tipo de pessoa rebaixa todo mundo com tiradas inteligentes e rápidas. Chato mesmo. Ele foi detido por vandalismo e arruaça.

Ao longo da trama, vamos descobrindo a realidade de violência doméstica e péssima estrutura familiar. Ele é, de longe, o melhor do filme.

 

  • Claire Standish, a princesa (Molly Ringwald)

Ela foi parar na detenção depois de fazer compras no shopping no horário de aula. É a garota popular da escola: bonita e mimada. Convive com um grupo de amigos que odeia, mas não sai de perto deles da mesma forma. Os pais dela estão em processo de divórcio, causa de muito sofrimento para a garota. Claire é o principal alvo das ironias de John Bender.

 

  • Andrew Clark, o atleta (Emilio Estevez)

É o único que está realmente arrependido pelo delito que o levou à detenção. Para agradar o pai, que não aceita fraquezas, ele causou sofrimento e humilhação a um menino mais fraco. Andrew é sensível e sente sempre a necessidade de proteger as outras pessoas, como faz quando John começa a atacar Claire.

 

  • Brian Johnson, o cérebro (Anthony Michael Hall)

Assim como Andrew, Brian é extremamente cobrado pela família. No caso, para tirar boas notas. Pensou em suicídio depois de uma nota ruim. Ele foi parar na detenção depois que um sinalizador explodiu no armário dele.

 

  • Allison Reynolds, o caso perdido (Ally Sheedy)

É fácil notar que ela é a mais perturbada dos cinco. Diferente dos outros, ela não sofre pressão em casa. Os pais simplesmente a ignoram. Então, ela tenta chamar atenção de qualquer jeito: na forma de vestir, na forma de agir e com a bolsa sempre pronta para fuga. Ela não teve motivos para detenção. Simplesmente não tinha amigos ou programas melhores para o sábado.

 

Destaques

 

  • A cena em que eles fumam maconha é um ponto de destaque. Andrew se solta e dança por todo lugar, Claire fala mais ainda, John ainda é o John e Brian fica completamente descolado. Allison fica só observando enquanto eles interagem.

 

  • O filme começa e termina com a música  Don’t You Forget About Me, do Simple Minds. E aqui vai uma curiosidade: era para Billy Idol ter gravado a música tema do filme, mas ele negou o convite, dando ao Simple Minds o hit de maior sucesso da carreira.

 

 

  • Ainda falando de música, destaque para o trechinho da música do David Bowie que aparece escrita no começo e explica o filme sem precisar dizer muito:

 

“And these children that you spit on

As they try to change their worlds

Are immune to your consultations

They’re quite aware of what they’re going through”

(Changes – David Bowie)

 

“E, estas crianças nas quais vocês cospem

Enquanto elas tentam mudar seus mundos,

São imunes a suas consultas.

Eles estão bastante atentos ao que eles estão passando”

(tradução livre)

 

 

 

Ficha Técnica

Nome Original The Breakfast Club
Direção John Hughes
Produção John Hughes
Michelle Manning
Ned Tanen
Roteiro John Hughes
Gênero drama, comédia
Música Keith Forsey
Cinematografia Thomas Del Ruth
Edição Dede Allen
Estúdio A&M Films
Channel Productions
Distribuição Universal Pictures
Lançamento  15 de fevereiro de 1985 (EUA)28 de junho de 1985 (BR)

 

 

 

Jeanine Alvarenga on facebook
Jeanine Alvarenga
Viciada em literatura, fã de mangás e animes, adoradora de cinema, jornalista nas horas vagas.
About Jeanine Alvarenga (16 Articles)
Viciada em literatura, fã de mangás e animes, adoradora de cinema, jornalista nas horas vagas.
Contact: Facebook