Novidades

The Big Bang Theory| Está na hora de parar

Uma das coisas que são mais prejudiciais para uma série de TV é não saber o momento de parar. O produtor Chuck Lorre está se tornando mestre no assunto. Depois de arrastar Two And a Half Men até um final patético ele repete o erro e estica ao máximo uma série que já deu o que tinha que dar: The Big Bang Theory.

Os dois primeiros episódios dessa nona temporada da série mostra que The Big Bang Theory perdeu o encanto que tinha há tempos. Não é mais uma série que brinca com o universo nerd. É um seriado de comédia romântica como outro qualquer, com uma ou outra citação geek. O robótico Sheldon Cooper agora é um menino apaixonado pela insossa Amy Farrah Fowler, Bernadette Rostenkowski e Howard Wolowitz formam um casal com pouca graça e são notados agora somente quando o nerd patético Stuart solta uma gag bacana, Rajesh Koothrappali conseguiu ficar mais escondido nessa temporada e o novo casal Penny e Leonard Hofstadter mal se uniu oficialmente e já sofrem com as piadas manjadas sobre relacionamento pós matrimônio.

É inegável que The Big Bang Theory seja uma das comédias mais importantes dessa geração. Suas primeiras temporadas agradaram em cheio o público nerd por causa das milhares de referências usadas pelos quatro personagens (até então) principais e o choque cultural entre eles e a nova vizinha que logo se tornou a paixão de Leonard. Pena que a fórmula se esgotou e a saída encontrada por Lorre foi a mais comum possível: relacionamentos amorosos.

Claro que ainda teremos alguns episódios dessa nova temporada que vai causar furor entre nerds e geeks (um dos episódios será sobre o novo filme da saga Star Wars), ainda teremos algumas referências sobre Comic Con, Marvel, DC Comics, ciência e afins, mas pode apostar que terá um gosto muito mais nostálgico do que contemporâneo. Isso porque a série já deu o que tinha que dar. A história dos personagens é fraca e ela só continua no ar por uma questão de audiência que, até o momento, continua alta.

The Big Bang Theory não será a primeira e nem a última série que não soube dar adeus na hora certa. Dezenas de produções continuaram no ar apenas por uma questão de lucro, deixando a qualidade artística ir para o espaço. Infelizmente não são todas as emissoras e nem todos os produtores que têm a coragem de interromper uma produção em seu auge para entrar para a história como Seinfeld, A Família Soprano, The Wire e Breaking Bad, por exemplo. A maioria só pensa em lucrar exorbitantemente e prefere sugar tudo o que podem dessa produção de sucesso até que ela se esfarele por conta própria. Uma pena. The Big Bang Theory merecia um tratamento mais digno.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (391 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.