Sandman, série em quadrinhos criada e roteirizada por Neil Gaiman, circulou por 75 números e algumas edições extra entre 1989 e 1996. Surgida no zênite do pós-modernismo nesse tipo de literatura (ora, cara-pálida), quando a norma passou a ser o questionamento do que era ser um personagem com super-poderes, gênero e sexualidade, violência e justiça