As idas e vindas de um sujeito sem grande qualificações pelos corredores da CCXP 2015 Dizem que a primeira vez a gente nunca esquece. Porque foi muito bom, porque foi muito ruim ou só porque foi. Dessa vez não foi diferente. Entre tapas e beijos, eu e a CCXP 2015 estabelecemos uma complexa relação inesquecível.