Para o cineasta alemão Werner Herzog o futuro chegou e não é lá muito animador. No documentário “Lo and Behold, Reveries of the Connected World”, lançado esse ano e ainda sem título em português (mas que quer dizer algo como “Olhe e Veja, Devaneios do Mundo Conectado”),  o diretor explora os avanços da robótica e