Novidades

Star Wars |As melhore paródias espaciais

Sempre que Star Wars é tema de uma conversa entre amigos geeks a disputa entre qual é o melhor episódio é inevitável. Para muitos, a trilogia mais recente simplesmente não existe, é um boato de gente mal intencionada que utilizou de truques como Jar Jar Binks para reduzir a importância dos filmes que Lucasfilm realmente fez.

Um fato que não desperta polêmica,no entanto, é a existência de paródias de Star Wars. Todos concordam que, após a primeira exibição do filme e a velocidade com que passou a integrar o dia a dia das pessoas, citar ou parodiar a película passou a ser um fator cultural relevante em muitos países, principalmente nos EUA.

Apresentamos a seguir algumas das melhores, ou pelo menos mais conhecidas, paródias de Star Wars. Com e sem Jar Jar Binks. De preferência sem.

1

 

George Lucas In Love (1999)

Joe Nussbaum era ainda um estudante de cinema quando dirigiu esse curta metragem elogiado pelo criador de Star Wars. O filme, aliás, tem como personagem principal o próprio George Lucas, ainda um estudante da USC em 1967.

Sofrendo de um bloqueio criativo, Lucas não consegue terminar o roteiro de um filme em que conta a história de um fazendeiro espacial. A seu redor, alunos e professores são a imagem dos personagens de sua mais famosa criação, como Obi-Wan Kenobi, Darth Vader, Han Solo e Chewbacca, mas ele parece incapaz de perceber.

Lucas vai encontrar sua musa na líder estudantil Marion, que usa um corte de cabelo bem original. Ela o faz perceber o mundo a sua volta, dando fim ao bloqueio criativo. No final do filme, uma surpresa garante o tom de humor do filme.

 

Hardware Wars (1978)

A primeira paródia conhecida é também a preferida de Lucas. Lançada apenas sete meses depois do filme original, é um trailer de uma aventura espacial muito similar a Star Wars.

Realizado com orçamento mínimo, tem elementos impagáveis como o uso de um ferro de passar roupa como nave espacial. Os sabres de luz são lanternas, Luke dirige um boogie pelo deserto, e o wookie Chewchilla é o monstro do biscoito.

Os robôs também são dignos de nota: 4Q2, que é a cara do homem de lata do Mágico de Oz, e Arty-Deco, um aspirador de pó.

 

Chad Vader: Day Shift Manager (2006)

Sucesso no YouTube, Chad Vader é uma web série criada por Aaron Yonda e Matt Sloan. Chad, como o nome do seriado sugere, é o gerente de um supermercado chamado Empire Market.

Parte da graça vem do fato de Chad, por vezes, utilizar expressões de Star Wars ou simplesmente aplicar o modo de ser de um Lord Sith em situações cotidianas normais. O principal objetivo do personagem é destruir a competição do Empire Market e dominar o mercado de distribuição de comida.

 

Troops (1997)

Realizado no estilo mocumentário por Kevin Rubio, Troops é um dos preferidos pelos fãs de Star Wars.  Parodiando tanto o filme de Lucas quanto o seriado estadunidense COPS, o curta mostra o Esquadrão Ovelha Negra em patrulha pelo Mar de Dunas do planeta Tatooine enquanto é filmado pelo popular programa da TV do Império chamado Troops.

No programa, os troopers mostram a família de Skywalker, Tio Owen e Tia Beru, envolvidos em uma briga de casal. O Esquadrão tenta acalmar as coisas, mas Tia Beru perde a cabeça e apela para o uso de um detonador termal.

 

Spaceballs (1987)

Aqui saímos dos filmes de fãs para uma superoprodução da Metro-Goldwyn-Mayer. Criação do impagável Mel Brooks, Spaceballs traz no elenco Bill Pullman, John Candy e Rick Moranis, além de uma ponta do próprio Brooks. Na época do lançamento, não foi grande sucesso de público ou crítica, mas posteriormente virou um hit das locadoras e um clássico cult.

 

Laugh It Up, Fuzzball: The Family Guy Trilogy (2010)

Seth MacFarlane, aparentemente, é um grande fã de Star Wars e, ainda que uma paródia, ele conseguiu sua própria trilogia. Nos episódios “Blue Harvest” (2007), “Something, Something, Something, Dark Side” (2009) e “It’s a Trap!” (2010), Peter Griffin é Han Solo, Lois é a princesa Leia, Chris é Luke Skywalker, Meg é Dianoga (o monstro do compactador de lixo), Brian é Chewbacca e Stewie Griffin, claro, é Darth Vader. Completando o elenco, Quagmire é C-3PO e Cleveland é um improvável R2-D2 cabeludo. Não precisamos ir adiante.

 

Robot Chicken: The whole trilogy (2008)

Segundo texto promocional no site Amazon, “daqui a milhões de anos, depois de Sócrates, Shakespeare e a bíblia terem sido esquecidos, apenas duas obras permanecerão: Star Wars e a sua paródia em Robot Chicken”. Darth Vader com problemas para tirar a roupa e ir ao banheiro é apenas um dos temas abordados nessa trilogia criada em stop-motion para o Adult Swim. Um clássico.

 

Veja outras paródias aqui.

Aldo Gama
Aldo Gama é jornalista
About Aldo Gama (79 Articles)
Aldo Gama é jornalista