Novidades

Sala Imaculada é suspense e reviravoltas a cada página

O selo Vertigo está cheio de boas surpresas e, felizmente, a maioria das criações da área adulta da DC Comics é publicada aqui no Brasil pela Panini, como Suicidas de Lee Bermejo, que já falamos aqui na Dimensão Geek. As HQs saem em periodicidade eventual, o que é complicado, pois você nunca tem certeza de quando sai o próximo volume, mas a boa notícia é que sempre sai algo ótimo para você preencher o tempo entre uma e outra.

É o caso de Sala Imaculada, HQ criada pela roteirista Gail Simone com arte de Jon Davis-Hunt, cujo primeiro volume já pode ser encontrado em bancas, livrarias e comic shops.

Na história, acompanhamos Chloe Pierce, jornalista que chegou ao fundo do poço após perder o noivo, que se suicidou após ler o livro de Astrid Mueller, a mulher por trás da Fundação Mundo Sincero, que é vista por uns como a guru definitiva de autoajuda e seita de fanáticos por outros, além de ser responsável por mudar a vida de dezenas de pessoas, principalmente personalidades de Hollywood, algo que a entidade assume sem a menor modéstia.

Sem esperança alguma para si mesma, Pierce tenta o mesmo caminho do falecido noivo, mas acaba sendo salva por seus três vizinhos. Na sequência, ela parte em busca de respostas e vai parar em Chicago, sede da Mundo Sincero. Ao entrar no universo da misteriosa Fundação, a jornalista percebe que a organização é mais do que uma seita e que está preparada para qualquer contingência. E não estamos falando só de um bom time de relações públicas.

Com linguagem forte, cenas de nudez e violência, cada página virada de Sala Imaculada leva o leitor a um mundo onde sempre há mais do que se imagina e nada nem ninguém é o que parece. Intercalando momento frenéticos com diálogos pesados, muitos deles recheados de termos os quais quem está lendo nem imagina o que significa, pelo menos de início.

Recheada de personagens densos, mesmo os coadjuvantes, o gibi tem suspense e mostra o terror em suas diferentes faces, indo do mais clássico, como aliens e demônios, até explorar o que há de mais horrível dentro da mente humana. A única regra é: quem está dentro da Sala Imaculada e ao lado de Astrid Mueller está a salvo. Mas até quando? E o que acontece lá? Leia e descubra, mas não se esqueça de que este é apenas o primeiro volume. E na Sala Imaculada, tudo sempre pode mudar.

Ficha Técnica:

Título: Sala Imaculada – Concepção Imaculada

Editora: Panini

Autores: Gail Simone (roteiro) John Davis-Hunt (arte) Quinton Winter (cores)

Capa: cartonada

Lombada: quadrada

Papel: LWC

Páginas: 164

Formato: 17 x 26 cm

Lançamento: novembro /2017 – volume 1

Carlos Bazela on twitter
Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, é movido por chá preto, cerveja e boas histórias. Principalmente aquelas contadas por desenhos e balões.
About Carlos Bazela (8 Articles)
Jornalista e leitor compulsivo, é movido por chá preto, cerveja e boas histórias. Principalmente aquelas contadas por desenhos e balões.
Contact: Twitter