Prison Break | Uma aposta no ‘fanservice’

Termo em moda hoje, principalmente nas produções voltadas ao público nerd, o termo ‘fanservice’ encaixa como uma luva nessa nova temporada de Prison Break, que estreia simultaneamente nos Estados Unidos e Brasil nesta terça-feira, dia 4 de abril. Todos os elementos que fizeram da série um verdadeiro fenômeno pop estão de volta e devem conquistar em cheio o seu público neste primeiro episódio chamado, Ogygia.

Isso não quer dizer necessariamente um sinal de sucesso. A Fox já usou desse mesmo recurso com Arquivo-X e, depois do entusiasmo inicial, a recepção do público foi bastante morna com a nova trama envolvendo os agentes Fox Mulder e Dana Scully. A vantagem de Prison Break é que as memórias afetivas ainda estão mais frescas na cabeça dos fãs e isso pode fazer a diferença.

A nova temporada de Prison Break se passa sete anos após a “morte” de Michael Scofield (Wentworth Miller). Logo de cara, para deleite dos fãs, temos a volta de Theodore ‘T-Bag’ Bagwell (Robert Knepper) que, em seu último dia de prisão recebe um envelope com uma foto misteriosa de Michael sugerindo que ele ainda vive e, pasmem, está preso novamente. T Bag procura Lincoln Burrows (Dominic Purcell), que está novamente se metendo em encrenca, e o irmão mais velho compra a história e vai buscar ajuda para ir atrás do irmão mais novo.

A primeira investida de Lincoln é em Sara Tancredi (Sarah Wayne Callies), ex-mulher de Michael e um dos personagens mais queridos da série. Casada com um novo amor e criando com ele o filho que teve com o “falecido”, ela reluta a acreditar na história e só começa a perceber que tem algo estranho no ar quando sua nova família é vítima de um atentado em sua própria casa. O ataque em si pode ser considerado um outro fanservice, pois as conspirações envolvendo o governo norte-americano, agentes, policiais e militares foram peças fundamentais nas quatro temporadas da série.

E para fechar o ciclo de fanservice desse novo piloto, Fernando Sucre (Amaury Nolasco) faz uma pequena participação para o deleite dos fãs e Benjamin ‘C-Note’ Franklin (Rockmond Dunbar), agora convertido ao islamismo, acaba descobrindo onde fica a prisão em que Michael está e parte com Lincoln para o Iêmen para salvar o amigo.

Claro que ainda é cedo para afirmar que essa nova temporada de Prison Break será um erro ou acerto assistindo apenas ao primeiro episódio. O que podemos afirmar com certeza é que o material foi pensado com todo carinho para os fãs da série. Personagens carismáticos, roteiro ágil, trama inverossímil e reviravoltas impactantes. Sim, Prison Break está de volta. Torcemos para que ela continue com a mesma pegada de sempre.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.