Novidades

Pizza | Aplicativo que não cobra taxa sobre venda

Se por um lado aplicativos para pedidos de comidas nos facilitam a vida, por outro eles nos atrapalham com suas taxas de serviço. Mas pelo menos para quem pede pizzas por apps, a vida será um pouco menos salgada com o lançamento do Pizza.com.br.

Especializado na iguaria favorita de 10 entre 10 paulistanos, o aplicativo chega ao mercado com uma base de cardápios variado e com uma ótima vantagem tanto para quem vende pizza (pois não cobra nenhuma taxa do comerciante) quanto para quem compra, que não precisa pagar taxas adicionais além dos valores cobrados pela pizzaria.

O aplicativo dispõe de quatro mil estabelecimentos cadastrados em seu sistema, dois quais dois mil na capital paulista, outros um mil na Grande São Paulo e um mil no interior, em um total de 28 municípios. O objetivo do Pizza.com.br é que em 2017 o aplicativo tenha outras capitais do país com pizzarias cadastradas.

O Pizza.com.br – disponível gratuitamente nos sistemas Android e iOS – informa a quantidade de pizzarias que entregam na região onde a pessoa se encontra, o cardápio de pizza, formas de pagamento aceitas, taxas de entrega, horários de funcionamento e se a pizzaria se encontra aberta ou fechada. Além disso, também informa o endereço do estabelecimento e traça a rota do local ao restaurante. Outro diferencial do app é que o usuário pode sugerir a inclusão de estabelecimentos que não estejam cadastrados no banco de dados do aplicativo. Assim, sua pizza favorita poderá entrar no sistema sem custo adicional.

“95% dos pedidos de pizza no Brasil são feitos por telefone. Queremos respeitar essa cultura, enquanto educamos novos usuários de smartphones a acessarem o aplicativo. Para a pizzaria, o modelo também representa uma grande vantagem, já que não cobramos nenhuma taxa ou percentual gerado por vendas. O Pizza.com.br é ainda uma oportunidade de inclusão digital para muitos comerciantes começarem a se adaptar a essa nova realidade”, afirma um dos criadores do aplicativo, Roberto Chilvarguer.

Claro que com o avanço da tecnologia e mudança de hábitos dos consumidores brasileiros, essa porcentagem tende a mudar radicalmente. “O brasileiro ama pizza e o uso de aplicativos para pedir comida vem se popularizando rapidamente. Porém, hoje em dia, ainda é muito complexo para algumas pessoas realizar o pedido pelo app. Então, para muitos, é mais fácil pedir pelo telefone. Acreditamos que ao oferecer um produto mais simples, conquistaremos a simpatia do mercado”, explica Chivalguer.

O mercado de pizzarias no Brasil movimenta anualmente cerca de R$ 22 bilhões e vende mais de 648 milhões de unidades ano, segundo dados da Associação Pizzarias Unidas. De acordo com a entidade, a principal do setor, São Paulo se destaca no consumo, com mais de 580 mil unidades vendidas por dia, grande parte via delivery, nas 11 mil pizzarias do Estado.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (391 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.