Novidades

Natal| Os 10 melhores filmes natalinos de todos os tempos

Estamos perto de uma das épocas mais legais do ano. O Natal é uma ótima oportunidade – sendo você cristão ou não – de rever família e amigos, refletir o ano que passou, lembrar os entes queridos que já se foram e é também uma época bacana para assistir novamente aquele clássico, animação, comédia, drama ou até mesmo filme de ação que, de certa forma, nos faz recordar desse feriado familiar. Para alegar a sua noite natalina, selecionamos 10 filmes temáticos para você curtir. Pegue a pipoca, o panetone e o refrigerante e assista alguns dos longas abaixo enquanto o bom velhinho não chega em sua casa.

O Estranho Mundo de Jack
Um dos melhores trabalhos de Tim Burton é essa fantástica animação em stop motion que conta a história de Jack, uma caveirinha engraçada que cansada de viver na Cidade do Halloween, onde todos os dias era Dia das Bruxas, acaba se mudando para a “Cidade do Natal”, onde passa a conhecer e a se encantar pelo espírito natalino e resolve sequestrar o Papai Noel.

Simplesmente Amor
Uma bela comédia romântica que se passa no período natalino e que mostra pequenas histórias inusitadas de amor como a do novo Primeiro-Ministro da Inglaterra (Hugh Grant) se apaixona por uma de suas funcionárias, Natalie (Martine McCutcheon); a do escritor (Colin Firth) que se muda para o sul da França numa tentativa de curar seu coração e lá acaba se apaixonando; a do roqueiro decadente Billy Mack (Bill Nighy) busca retomar sua carreira como astro do rock lançando um novo single, entre outras embaladas pelo espírito natalino. O filme conta com a participação de grandes atores como Hugh Grant, Liam Neeson, Colin Firth, Laura Linney, Emma Thompson, Alan Rickman, Billy Bob Thornton, Martin Freeman e o brasileiro Rodrigo Santoro.

Férias Frustradas de Natal
Claro que não este não é o melhor filme da série com a fantástica família Griswolds. Mas é o tipo de comédia que vale a pena, principalmente pelo talento de Chevy Chase. No filme, Clark enfrenta um dilema: quer realizar um Natal maravilhoso, porém ele não recebeu o bônus de fim de ano que permitiria fazer uma festa inesquecível. Ele enfeita a casa com mais de 20 mil luzes e prepara uma árvore que não cabe nem na sala de estar. Com tudo pronto, ele convida o resto da família para estar com eles. Quando chega a véspera do dia 24, depois de meses de preparo, as coisas não saem tão bem quanto o planejado, a começar por um peru explosivo, um gato enroscado nas luzinhas de Natal e um esquilo que não tinha sido convidado.

Esqueceram de Mim
Outro filme que está longe de ser uma preciosidade, mas mesmo assim é um clássico natalino é Esqueceram de Mim. Dirigido por Chris Columbus e estrelado por Macaulay Culkin, o longa conta a história do pequeno Kevin, que foi esquecido em casa pela sua gigantesca família na viagem de Natal e precisa agora, aos oito anos, proteger a sua casa de dois bandidos que aproveitam a época festiva para roubar a vizinhança.

Duro de Matar
O policial nova-iorquino John McClane (Bruce Willis) vai visitar a esposa, Holly Gennero (Bonnie Bedelia), que está na “festa de Natal da firma”, no prédio da Nakatomi Trading, em Los Angeles. No meio do bota-fora, terroristas alemães liderados por Hans Gruber (Alan Rickman) invadem o prédio e sequestram todos os convidados, com o objetivo de roubar US$ 640 milhões em ações. O que eles não esperavam era que McClane escapasse do confinamento e conseguisse uma metralhadora para enfrentar o grupo sozinho. Yippee ki-yay, motherfucker!!!

Trocando as Bolas
Deliciosa comédia de John Landis, primeiro sucesso de Eddie Murphy, que interpreta o ladrão de rua Billy Ray Valentine. Ele acaba se dando bem nas mãos dos milionários Randolph Duke (Ralph Bellamy) e Mortimer Duke (Don Ameche) que apostam no Natal que ele teria uma vida completamente diferente se tivesse as mesmas oportunidades que o executivo Louis Winthorpe III (Dan Aykroyd). Mortimer e Randolph providenciam a troca na vida dos dois, mas Valentine acaba descobrindo e junto com Winthorpe parte para se vingar dos velhinhos.

Gremlins
Rand Peltzer é um inventor que, ao tentar dar um presente de Natal único para seu filho, Billy Peltzer, compra em uma loja de artigos chineses um Mogwai, um bichinho gracioso, porém muito perigoso se seu tratamento não obedecer a três regras simples: não pode receber luz forte; não pode ser molhado e o principal, não pode ser alimentado após à meia-noite. Claro que as regras não são cumpridas e do gracioso Mogwai surgem os endiabrados Gremlins que vão tocar o terror na cidade.

O Natal de Charlie Brown
Não se trata de um filme e nem de um longa, mas esse desenho da Turma de Charlie Brown merece ser citado por abraçar como poucos o espírito natalino. Nessa animação, Charlie Brown está incomodado com o fato de que as pessoas não ligam mais para o sentimento e espírito de Natal e só se importam com o lado mercadológico da data. Ele e seus amigos resolvem fazer um especial natalino, porém ele é ridicularizado ao escolher a menor e mais rejeitada árvore para celebrar a festividade.

De Ilusão Também se Vive
Kris Kringle (Edmund Gwenn) é um ‘bom velhinho’ que trabalha como Papai Noel em uma loja de departamentos famosa dos Estados Unidos. Quando sua chefe descobre que ele acredita ser o verdadeiro personagem, ela o envia para uma instituição psiquiátrica. Porém, a cética filha da mulher que o denunciou, que não acredita mais em Papai Noel acredita que ele está falando a verdade e tenta provar que ele carrega o espírito do Natal.

A Felicidade Não Se Compra
O maior clássico natalino é, sem sombra de dúvidas, esse maravilhoso filme de Frank Capra. Indicado a cinco prêmios Oscar, o longa conta a triste história de George Bailey (James Stewart), um homem que sempre tentou ajudar todo mundo em Bedford Falls, mas cansado da sua vida difícil e, ao seu modo de ver, insignificante, resolve se suicidar saltando de uma ponte na época do Natal depois de sofrer mais um duro golpe de Henry Potter (Lionel Barrymore), o homem mais rico da região. Clarence (Henry Travers), um anjo que espera há 220 anos para ganhar asas é mandado à Terra para evitar o suicídio de George, mostrando para ele como seria a vida da cidade, caso ele e sua “insignificância” não tivessem existido.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (392 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.