MasterChef Brasil S02E13 | Sete candidatos competem

Enfim a última candidata fraca se despediu ontem do MasterChef Brasil. Em outro capítulo emocionante exibido pela Band, com direito até a anúncio de gravidez no final, a empresária Sabrina Kanai falhou ao não salgar seus pratos, acabou se despedindo da competição e agora se prepara para ser mãe pela primeira vez.

Com a competição se afunilando, as provas estão ficando mais difícieis e mais bem elaboradas. A primeira foi um gol de placa da produção. A apresentadora Ana Paula Padrão selecionou três pratos que ela experimentou em lugares que ela visitou (Afeganistão, Norte da África e Peru) e os candidatos tiveram que reproduzir sem saber muitos detalhes do prato. Apenas reproduzindo o que viram e experimentaram na hora. Sorte de Izabel, a carioca reclamona fez o melhor prato da noite e conseguiu a imunidade.

Além da imunidade, Izabel teve outra vantagem na prova eliminatória (que também foi muito bem elaborada). Cada jurado fez uma cesta de produtos que traduzem a sua cozinha e a carioca deveria escolher com qual delas os participantes teriam que cozinhar. Ela acertou em dar o simples para o rei do chilique – Fernando – que acabou se complicando, mas acabou prejudicando seus amigos Sabrina e Lucas, que tiveram os piores pratos da noite.

O grande destaque da noite foi a chinesa Jiang Pu. Com sua técnica maluca que deixou os jurados intrigados, ela fez o melhor prato da noite e venceu pela primeira vez a prova eliminatória. Com apenas seis participantes disputando o título do MasterChef Brasil, agora é possível apostar nos favoritos para vencer a competição:

Cristiano Oliveira
O agente de trânsito baiano é uma incógnita. Não se afoba, sabe lidar com adversidades e se virar com o que tem em mãos. O que pode lhe derrubar é o pavio curto e o emocional. Quando ele não está tentando se vingar de um dos seus concorrentes, ele está chorando porque foi elogiado pelos jurados.

Fernando Kawasaki
O chiliquento da temporada se complica quando precisa fazer o fácil. Tem boa técnica, sabe cozinhar, mas se considera um gênio da cozinha e isso pode lhe prejudicar. Ao contrário do baiano, que sabe lidar com pressão, Fernando é temperamental, nervosinho e se perde facilmente.

Izabel Alvares
Eliminada na prova da lasanha, a carioca agarrou a nova oportunidade com unhas e dentes. Desde que voltou à competição tem se tornado uma das melhores candidatas da competição e favorita ao título. Só precisa parar de reclamar. Seu chororô beira o insuportável.

Jiang Pu
A chinesa é surpreendente. Tem ótima técnica, conhecimento de culinária e um paladar apurado. Sabe se virar e sempre consegue ficar no topo da competição. É uma competidora forte e por ter uma escola diferente não será senhuma surpresa se vencer a segunda temporada de MasterChef Brasil.

Lucas Furtado
O estudante de engenharia é carta fora do baralho. Sua queda vertiginosa o levará para o buraco cedo ou tarde. Só não foi eliminado por ser um dos queridinhos dos jurados. Ele começou a competição com um dos favoritos, mas seu excesso de confiança, desleixo e pretensão vão derrubá-lo em breve.

Raul Lemos
O publicitário santista corre por fora. Praticamente não esteve na berlinda, mas esteve no topo poucas vezes. É um bom cozinheiro, não se desespera, leva tudo com bom humor e tem que mostrar serviço nessa reta final. Ou ele embala de vez ou ficará no meio do caminho. Tem potencial, mas precisa colocar tudo o que sabe para fora.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.