Novidades

MasterChef Brasil S02E09| 10 candidatos competem

Duas coisas irritam profundamente nessa temporada de MasterChef Brasil: A falta de conhecimento que os participantes têm do programa (tanto do original quanto da versão brasileira) e a péssima mania que os jurados Henrique Fogaça, Erick Jacquin e Paola Carosella tem de proteger os candidatos queridinhos do trio. A eliminação de Iranete (que é realmente uma candidata fraca) foi injusta, assim como a de Murilo perante Aritana na semana passada.

Dividido em três partes, o MasterChef Brasil exibido ontem pela Band trouxe de volta um dos candidatos eliminados nessa segunda temporada do programa. Todos eles receberam a caixa misteriosa vazia e puderam colocar seus ingredientes favoritos para realizar a prova. Mas, como sempre tem uma pegadinha, cada participante teve que trocar sua caixa com o companheiro ao lado e cozinhar com algo que não esperava. Sorte para a carioca Izabel Alvares que recebeu os ingredientes de Murilo e reconquistou a sua vaga no reality show.

Os problemas começaram com a volta dos demais competidores. E eles são dois: Os candidatos cozinham mal e não são espectadores do programa. Na prova que salvaria os concorrentes da eliminatória, eles tiveram que preparar um prato frio e as escolhas eram ceviche ou tartar. E a maioria falhou miseravelmente no preparo dos pratos. Essa é a prova de que eles não assistem ao MasterChef e nem se preocupam em se preparar para a competição. Todo mundo sabe que o jurado francês se gaba de seu tartar e do seu petit gateau, todos sabem que Fogaça se orgulha da sua farofa e do seu nhoque e que a especialidade de Paola é carne. Então, caros concorrentes, um segredo para vocês: Aprendam a fazer essas iguarias porque uma delas (ou todas) vai (vão) cair na competição.

E por falar em carne, essa foi a estrela da última e injusta parte do programa. Os candidatos que ficaram por último (Lucas, Iranete, Cristiano, Sabrina e Marcos) tiveram que acertar o ponto da carne em três diferentes etapas (mal passado, ao ponto e bem passado) e em caso de erro coletivo na temperatura, o sabor faria a diferença. Na primeira prova aconteceu o inacreditável. Nenhum participante acertou o ponto da carne. Algo inadmissível numa competição culinária, ainda mais na metade final que ela se encontra.

Mas o pior foi a salvação de um dos melhores concorrentes do MasterChef Brasil. No preparo da carne bem passada restaram Lucas, Iranete e Cristiano. A carne de Iranete era a que visualmente estava bem passada e suculenta. A de Lucas ainda estava rosada (ou seja, não atingiu o ponto ideal) e a de Cristiano idem. E os jurados, ao invés de salvar o prato correto (o da Iranete), resolveram tirar a forca do queridinho Lucas. E, para completar a injustiça, caíram no choro do baiano e salvaram Cristiano, eliminando Iranete.

Não é de hoje que os jurados do MasterChef Brasil têm os seus candidatos queridinhos e fazem tudo por eles. Basta lembrar que demorou séculos para Mohamad ser eliminado da primeira temporada do programa, mesmo fazendo pratos ruins em quase todos os episódios que participou. Apesar disso, jamais houve uma proteção e uma injustiça tão grande quanto as cometidas nessa edição. Uma pena.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (374 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.