Marvel| HQs Guerra Civil e Os Supremos serão relançadas

Dois clássicos contemporâneos da Marvel serão relançados ainda esse ano pela Panini. Ainda sem data de distribuição definida, as HQs Guerra Civil e os dois primeiros volumes de Os Supremos aproveitam o forte sucesso da editora no cinema e voltam para as bancas de todo país. Ambas as publicações são encadernadas em acabamento de luxo, igual a versão lançada anteriormente.

Com o filme da Marvel prestes a estrear no primeiro semestre de 2016, Guerra Civil (que reúne as histórias originalmente publicadas em Civil War 1 a 7), mostra os efeitos causados por uma ação precipitada de um grupo de jovens super-heróis. O fato acarreta uma tragédia sem precedentes, deixando um saldo de centenas de mortos. Diante da pressão popular, o governo sanciona uma lei determinando que todos os super heróis sejam registrados e percam suas identidades secretas. A iniciativa divide a comunidade heroica e coloca em pé de guerra dois membros dos Vingadores. O Homem de Ferro, que lidera a facção pró-registro e Capitão América, que se torna o líder daqueles que são contra o registro.

Os Supremos vol. 1 (que reúne as histórias originalmente publicadas em The Ultimates 1 a 13) e Os Supremos vol. 2 (The Ultimates 2 – 1 a 13) é a maneira que a Marvel encontrou para rejuvenescer os Vingadores. Na história, a população fica estarrecida e apavorada com os duelos entre o Homem-Aranha e Duende Verde e os X-Men contra Magneto, pois tratam-se de estranhos seres com incríveis poderes surgiram para desafiar a ordem estabelecida. Para acalmar os ânimos, o governo cria um esquadrão conhecido como Os Supremos, criado para nos proteger das crescentes ameaças à humanidade. Nessa nova versão dos Vingadores, Nick Fury já tem a aparência de Samuel L. Jackson (por causa dos filmes da empresa que surgiriam na sequencia), Thor é considerado maluco porque ninguém acredita que ele é um Deus e o Capitão América sofre para se adaptar à sua nova realidade (e época).

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.