Novidades

Horror | Lista dos dez melhores filmes “ever”

Muitos cinéfilos têm medo de assumir que gostam do gênero horror, a não ser que o filme tenha a marca de algum realizador de grife ou já se encontre entre os títulos considerados clássicos do cinema, ultrapassando assim qualquer barreira de categoria. (Rotten Tomatoes)
Arte não é uma competição, mas criar listas é uma das atividades que mais rendem discussões, daí sua popularidade na internet, terra fértil para embates civilizados e educativos. Por isso apresentamos uma lista “definitiva” dos melhores filmes de terror já produzidos.

 Cabinet-Of-Dr.-Caligari-nosferatu-poster

01 – O Gabinete do Dr. Caligari (The Cabinet os Dr. Caligari – 1920) e Nosferatu, o Vampiro (Nosferatu, the Vampire – 1922)

Obras primas da era do cinema mudo, O Gabinete, de Robert Wiene, e Nosferatu, de F.W. Murnau, merecem estar em qualquer lista do gênero.

Expressionista, O Gabinete pode ser considerado o primeiro filme do gênero terror, proporcionando até hoje uma experência perturbadora. O mundo é como uma pintura cubista com toques góticos, com ruas, estruturas, casas, portas e janelas tortas e fora de esquadro. Um mundo de sonhos prestes a se tornar um pesadelo.

Sem entrar em acordo com os herdeiros de Bram Stoker, detentores dos direitos autorais do romance Drácula, Murnau foi obrigado a mudar o nome dos personagens nessa adaptação. Ainda assim, o cineasta foi processado e teve que destruir o filme. Felizmente, algumas cópias sobreviveram e foram restauradas após a morte da viúva do escritor. Seu visual ajudou a criar uma linguagem para o gênero que surgia.

 

 

Psycho_(1960)

02 – Psicose (Psycho – 1960)

Tudo nesse filme é maravilhoso e referência para outros cineastas. A trilha é uma das mais significativas já escrita e algumas cenas estabeleceram novos patamares para o trabalho de diretores e montadores. Não é que Alfred Hitchcock não fosse um gênio antes de ser anunciado como tal por Truffaut. Sua genialidade é que ainda não era reconhecida. Depois desse filme, tomar banho passou a ser uma experiência bem diferente.

 

Poltergeist-Movie-Poster

03 – Poltergeist (1982)

Dirigido por Tobe Hooper e produzido por Steven Spielberg, Poltergeist recupera o gênero para a década de 80. A menina sentada diante da TV fora do ar, conversando com o chuvisco, é uma cena que marcou toda uma geração. Graças a esse filme, nenhuma criança voltou a permitir a presença de bonecos de palhaço no quarto, nem olhou debaixo da cama ou comeu coxa de frango, com a geladeira aberta, no meio da noite. A famosa “maldição” que se abateu sobre o elenco ajudou a criar um mito, mas as continuações não mantiveram a mesma qualidade.

 

blair_witch_project-poster

04 – A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project – 1999)

Criado na base de uma câmera na mão e uma ideia na cabeça, esse filme inaugurou, para o bem e para o mal, a onda dos falsos documentários. Sem atores conhecidos e sem dinheiro, a produção mistura imagens em vídeo e 16 mm em preto e branco. Hoje, provavelmente, não teria o mesmo impacto, mas é um dos filmes mais influentes do gênero.

 

25fe127a704b2ba019411f3d890532f2

05 – O Homem de Palha (The Wicker Man – 1973)

Com um roteiro inteligente e uma ambientação que nos faz imaginar os anos 60 visto por um caleidoscópio da produtora inglesa Hammer, esse filme é um clássico cult desde a época dos filmes da madrugada na TV aberta. A ambientação e o crescente estranhamento da trama, que vai se afunilando até um final surpreendente, estão entre os motivos do ator Christopher Lee considerar este trabalho um dos pontos altos de sua carreira.

 

carrie-1976-movie-poster

06 – Carrie, a Estranha (1976)

Esqueçam adaptações para a TV ou refilmagens. O filme de Brian DePalma, com Sissy Spacek no papel principal, é definitivo. Outra adaptação de obra de Stephen King que, para muitos, supera o livro que a inspirou. Tudo parece funcionar aqui, fazendo um desses filmes que é copiado descaradamente desde seu lançamento, principalmente a cena final.

 

ded13061cb655545740a387cec0ac348

07 – Alien, o Oitavo Passageiro (1979)

Mistura de filme de terror com ficção científica, Alien explora o ambiente claustróbico de uma nave no espaço. O design criado pelo artista suíço H.R.Giger, tanto na nave quanto no monstro alienígena é reverenciado até hoje. Dirigido por Ridley Scott, o filme ainda fez de Sigourney Weaver uma estrela. Ela ainda voltaria ao papel de Ripley em outros filmes da franquia.

 

1968

08 – O Bebê de Rosemary (Rosemary´s Baby – 1968)

Outra adaptação de obra literária, dessa vez um livro de Ira Levin, conta uma história de amor, gravidez e adoração do mal. Mia Farrow, com os cabelos curtos e magrela, é vítima de uma trama escabrosa que conta com o marido, John Cassavetes, como cúmplice. Roman Polanski em sua melhor forma.

 

the_shining_pos.da5d2133447.original

09 – O Iluminado (The Shining – 1980)

Quem leu o livro de Stephen King  ou assistiu à mini-série sabe que o trabalho que Stanley Kubrick realizou é impressionante. Muitas das tomadas se tornaram referência para muitos cineastas que vieram depois. As duas gêmeas de mãos dadas é uma imagem que, mesmo reproduzida até em comercial de margarina, ainda é desagradável. Obrigatório pra quem gosta de cinema.

 

the-exorcist-new-version

10 – O Exorcista (The Exorcist – 1973)

O Exorcista é o filme mais apavorante de todos os tempos. Ele mexe com tabus religiosos, despertar da sexualidade, crises familiares, crise da fé etc. Os efeitos pertencem à uma época pré computação gráfica e o terror vem de um roteiro bem escrito e de atuações convincentes. William Friedkin, o mesmo de Operação França (1971), criou com esse filme uma série de clichês do gênero.

Aldo Gama
Aldo Gama é jornalista
About Aldo Gama (80 Articles)
Aldo Gama é jornalista