Novidades

Estreias: Sniper Americano e Um Santo Vizinho

Apenas duas estreias aquecem o final de semana do Oscar 2015. Uma delas, Sniper Americano, é polêmica e concorre ao grande prêmio da noite. A outra, Um Santo Vizinho, é uma deliciosa comédia dramática estrelada pelo veterano Bill Murray.

Indicado ao Oscar 2015 nas categorias “Melhor filme”, “Melhor ator”, “Melhor roteiro adaptado”, “Melhor edição”, “Melhor edição de som” e “Melhor mixagem de som”, o novo filme de Clint Eastwood estreia cercado de polêmica. Considerado um trabalho inferior do ótimo diretor americano, Sniper Americano conta a história de um atirador de elite, Chris Kyle, que segundo a sua autobiografia, matou mais de 220 inimigos. Logo se torna uma lenda conforme as histórias da sua coragem e as vidas que salvou vão se espalhando.

O problema do filme é justamente ser baseada numa biografia tão confiável quanto o milésimo gol de Túlio Maravilha. Assim como o atacante brasileiro, o sniper americano utilizou alguns dados em sua história que não são confirmados por fontes oficiais. O governo americano alega que Kyle abateu 160 inimigos, desmentiu que ele atirou em saqueadores do alto de um estádio em Nova Orleans, após o furacão Katrina destruir a cidade, não existe registro na polícia de que ele tenha matado os dois ladrões de carros que tentaram lhe assaltar e recentemente o ex-governador e ex-lutador Jesse Ventura ganhou milhões num processo, após provar que não apanhou do soldado após criticar a política americana. O trecho, inclusive foi retirado nas edições posteriores do livro. Além disso, o filme está sendo acusado de ser “republicano” demais e causou revolta na comunidade árabe por trata-los como terroristas e acirrar ainda mais os ânimos entre oriente e ocidente.

Já a outra estreia da semana, Um Santo Vizinho, é uma deliciosa comédia dramática estrelada pelo grande humorista Bill Murray, que como é de praxe arrasa abusando do seu “mau humor crônico”. O filme recebeu duas indicações na última edição do Globo de Ouro (Melhor Ator de Musical ou Comédia e Melhor Filme Musical ou Comédia), mas saiu de mãos abanando.

O filme conta a história de Maggie (Melissa McCarthy), uma operadora de máquina de Raio X que acaba de se divorciar e se muda com o filho de 12 anos. O seu vizinho, St. Vincent De Van Nuys, é o pior exemplo que uma criança pode ter. Alcoólatra, jogador viciado, trambiqueiro e que vive as turras com o seu agiota e sua namorada prostituta, ele está longe de ser um exemplo para a criança. Mesmo assim, Maggie não tem outra alternativa a não ser procurar ajuda de Vincent para cuidar do seu filho quando fica presa várias vezes no seu trabalho. E claro que ele cobra por isso.

O filme tem lá seus vários clichês, principalmente as pausas dramáticas de Murray antes de soltar algum comentário irônico e todos aqueles envolvendo uma criança amorosa que se depara com um velho rabugento e acaba quebrando o coração de gelo do ranzinza. Mesmo assim é um filme divertido, engraçado, com toques dramáticos comoventes, principalmente quando envolvem a esposa de Vincent (internada em um asilo por causa do mal de Alzheimer)e a homenagem que ele recebe do seu pequeno pupilo. Com certeza uma boa pedida das estreias dessa semana.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (401 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.