Novidades

CSI| 10 episódios para celebrar os 15 anos da série

Uma das séries policiais mais longevas da história, CSI revolucionou os programas do gênero por tirar o foco da polícia em si e destacar o trabalho dos investigadores forenses, aqueles que buscam as provas científicas para colocar um criminoso na cadeia. O seriado estreou há exatos 15 anos, no dia 6 de outubro de 2000, durou 14 temporadas (no dia 27 de setembro desse ano ganhou um capítulo final de despedida), gerou três spin offs (CSI: Miami; CSI: New York e CSI: Cyber) e conquistou milhares de fãs em todo o mundo.

Criada por Anthony E. Zuiker, CSI contava em seus primeiros anos cm uma equipe liderada pelo Capitão James Brass (Paul Guilfoyle), a biomédica Catherine Willows (Marg Helgenberger), o analista Nicholas Stokes (George Eads), os químicos Warrick Brown (Gary Dourdan), Gregory Sanders (Eric Szmanda), a física Sara Sidle (Jorja Fox), o legista Albert Robbins (Robert David Hall) e o chefe de laboratório, o entomologista Gilbert Grissom (William Petersen). Esse elenco durou cinco temporadas e foi o principal responsável sucesso da série.

Uma das coisas que diferenciava CSI de outras séries era, além desse culto à ciência e experiências de laboratório que empolgavam qualquer nerd, a humanização desses personagens. A maioria ali tinha seus defeitos, passados comprometedores e as histórias deles eram trazidos à tona em momentos chaves, tirando assim a rotina repetida à exaustão por diversas outras produções do gênero que se contentavam em apenas resolver “o caso da semana” em cada episódio.

As temporadas de CSI tinham um foco, algo maior que volta e meia retornavam ao programa e prendia telespectador. Seja pelos serial killers que fizeram história na série, como Paul Millander, Kevin Greer (o assassino da tinta azul), Natalie Davis (a assassina das miniaturas), Charlie DiMasa (Dr. Jekyll) ou por personagens icônicos como a Lady Heather ou o próprio Gil Grissom, o fato é que CSI era um grande show. Claro que com o passar dos anos a fórmula se esgotou, o elenco mudou, o programa foi copiado demais e acabou ficando repetitivo.

Mas isso não importa. O que importa mesmo é que há 15 anos CSI fez sua excelente estreia e se tornou um marco na TV. E para celebrar essa data, selecionamos 10 episódios que mostram porque o programa era incrível. Dê um jeito e assista pelo menos esses capítulos. Garanto que não irá se arrepender.

Pilot S01E01
Logo no seu episódio de estreia, CSI mostrou a que veio. Brass e Grissom investigam o que parece ser o suicídio de Royce Harmon. No entanto, a autópsia mostra que o buraco da bala é muito grande para um tiro a curta distância e por isso eles acabam descobrindo que a vítima foi assassinada. Grissom encontra uma digital com partículas de latex no gravador usado para “gravar a nota de suicídio”. A digital pertence a Paul Millander, um fabricante de luvas de Halloween que usa sua própria mão como molde. Logo de cara, os produtores nos brindam com um dos melhores vilões da série, Paul Millander.

Sex, Lies And Larvae S01E10
Neste episódio ficamos conhecendo a principal especialidade de Grissom: a entomologia. Para descobrir a hora da morte da vítima e determinar que o local onde o corpo se encontra não é o local do crime e sim da desova, ele usa os insetos para ajudá-lo. O episódio marca também por mostrar uma das características mais marcantes de Sara: o seu incontrolável desejo por justiça.

Monster In The Box S07E16
O serial killer da sétima temporada era o Assassino das Miniaturas, um psicopata astuto que construía maquetes de casas de suas vítimas nas cenas de crime . Além de introduzir o assassino ao seriado, o episódio marcou o retorno do personagem Gil Grissom depois de seu breve hiato do show.

Slaves of Las Vegas S02E08
O episódio que apresentou um dos melhores (talvez o melhor) personagens do universo de CSI: a dominatrix Lady Heather. Nesse capítulo, uma jovem mulheré encontrada nua e morta em uma caixa de areia em um playground de um parque. As cicatrizes e o látex líquido em seu corpo levam Grissom, Catherine e Nick a um clube de erotismo e fetiche. Sara e Warrick investigam um roubo armado de cheques e dinheiro, mas descobrem que era tudo não passava de um golpe.

For Warrick S09E01
Warrick Brown era um dos personagens mais interessantes da série. Viciado em jogo, já se meteu em algumas enrascadas, mas se salvava por causa do carinho e benevolência de Grissom. Mas o seu intérprete, o ator Gary Dourdan, era mais problemático que o personagem e os produtores não eram tão pacientes que Gil. O resultado para o impasse: matar o personagem. O assassinato foi chocante tanto para os fãs quanto para os demais personagens. Gil foi um dos que mais sentiram e acabou saindo da série posteriormente por causa desse ocorrido (nem tanto assim, sabemos que Pettersen já estava cansado do personagem e usou essa morte como desculpa para sair da série).

Bully for You S02E04
Um dos episódios mais nojentos e intrigantes da série, onde Sara e Nick tiveram que descobrir a identidade e a causa da morte de um corpo decomposto ao ponto de liquefação (sim, o “corpo” era uma gosma líquida) encontrado dentro de uma bolsa de couro. Enquanto isso, Grissom, Warrick e Catherine investigam a morte do ‘palhaço da turma’ da escola, que foi encontrado morto no banheiro. Ao descobrirem que o palhaço era, na verdade, um agressor que cometia bullying com diversos colegas, a equipe teve que aumentar sua lista de suspeitos.

Stalker S02E19
Uma jovem mulher é achada morta dentro do seu apartamento (que estava completamente trancado) e claramente aterrorizada porque alguém a estava perseguindo. A posição de seu corpo parece familiar para Nick e quando ele e os outros procuram uma solução para o caso, acabam percebendo que o CSI é o próximo alvo do perseguidor.

The Execution of Catherine Willows S03E06
Há 15 anos, Catherine ajudou a colocar John Mathers no corredor da morte pelo estupro e assassinato de uma jovem estudante em uma faculdade local. No dia de sua execução, ele consegue um adiamento com base em novas provas de DNA. Enquanto isso, Grissom, Nick e Sara está à procura de um aluno ausente, que é encontrado assassinado e deixado exatamente da mesma forma como as mulheres em caso de Catherine. É um dos episódios que mostram como uma falha na coleta de uma evidência pode colocar um inocente no corredor da morte.

One To Go S09E10
One to Go is the tenth episode of the ninth season of CSI: Crime Scene Investigation, It is the concluding part of a two-part storyline beginning in 19 Down….
The CSI team works to close Grissom’s last open case, the “Dick & Jane” murders, as Grissom prepares to leave the team for good. Before leaving, Grissom offers Dr. Raymond Langston, who helped the CSI’s with the “Dick & Jane” case, a permanent position as part of the CSI team.

O décimo episódio da nona temporada de CSI é a conclusão de uma das duas partes do enredo iniciado em 19 Down (primeiro episódio com o ator Laurence Fishburne, que interpretou na série o Dr. Raymond Langston). Nele, a equipe de CSI trabalha para fechar último caso aberto de Grissom, os ‘assassinatos de Dick & Jane’. Último episódio de William Petersen como Gil Grissom, encerrando um ciclo fantástico e, infelzmente, acabando com o charme da série.

Grave Danger S05E24-25
Os finais de temporada são marcados por grandes episódios. O último do quinto ano de CSI foi inesquecível e provavelmente é o mais conhecido da série porque além do ótimo roteiro teve a direção de Quentin Tarantino. Nesse capítulo, Nick é seqüestrado e enterrado vivo (conceito que o diretor já tinha feito em Kill Bill: Vol. 2) e a equipe liderada por Gil Grissom precisa descobrir onde ele está antes que o oxigênio do seu caixão acabe. A mão de Tarantino pode ser sentida em praticamente todas as cenas de Grave Danger e pode ter sido a principal influenciadora na humanização de Ecklie, um dos maiores malas da série. O personagem teve a sorte de ter sido “apadrinhado” por Tarantino e seu carinho eterno para personagens de aparência decadente que ousou sugerir que Ecklie poderia ter um lado humano.

Fabio Martins on twitterFabio Martins on linkedinFabio Martins on instagramFabio Martins on googleFabio Martins on facebookFabio Martins on email2
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.
About Fabio Martins (401 Articles)
Santista de nascimento, flamenguista de coração, paulistano por opção. Ama vídeo game, cinema, séries, música, nerdices e cultura pop em geral.