Novidades

Alien| Terror também nas HQs

abreNa última semana, estreou no Brasil Alien Covenant, o aguardado filme de uma das criaturas mais famosas do cinema. No longa de Ridley Scott, que também dirigiu o primeiro filme lá em 1979, o diretor entra mais uma vez nesse universo para dar sequência aos acontecimentos do controverso Prometheus. No novo filme, Scott promete trazer de volta o terror presente nos primórdios da franquia. Se ele consegue ou não, você pode ver na crítica do filme feita pelo Dimensão Geek.

O que pode ser novidade para alguns, mesmo os fãs da franquia no cinema,  é que o Alien (ou muitos deles) já foi protagonista de muitas boas histórias nos quadrinhos – e outras nem tanto. A grande responsável por expandir o universo dos filmes para as HQs é a editora norte-americana Dark Horse, que também detém direitos de outros personagens famosos da telona, como o Predador, e até alguns da telinha, caso do vampiro Angel (ok, talvez não tão famosos assim) e lança periodicamente gibis com histórias originais dos monstros.

Então, seja para os veteranos da franquia da criatura de sangue ácido no cinema ou para leitores de quadrinhos que ainda não passaram o olho pelas HQs dos bichos estranhos, separamos alguns gibis excelentes do Alien. Veja só:

Batman/Aliens

Sim, o cruzado de capa também já enfrentou os alienígenas. O crossover saiu aqui em 1997 e até hoje merece uma verdadeira salva de palmas. Tanto pelo roteiro de Ron Marz, que explora todas as facetas do herói ao colocá-lo frente a frente com o desconhecido, quanto a arte incrível de Bernie Wrightson com sua ambientação realista e assustadora, digna de um filme do Alien. Na história, Batman vai à fronteira do México com a Guatemala em busca de um geólogo da Waynetech desaparecido. Mas, o que acaba encontrando é uma nave extraterrestre caída, um grupo de mercenários, peitos estourados e, claro, aliens espreitando cada canto. Há um segundo encontro do Batman com as criaturas depois desse, que é até divertido como HQ de super-herói. Mas passa longe do clima de suspense e terror do primeiro.

Aliens versus Predador

A controversa franquia Alien versus Predador, que ao que parece está morta e enterrada nos cinemas, começou nos gibis da Dark Horse e já teve dezenas de histórias sem ligação umas com as outras. Das que saíram aqui, a melhor de todas é Aliens versus Predador, publicada de início em duas edições em 1998 e, depois, em volume único. Na história, o magnata da informática Gideon Sunh Lee fez fortuna no Japão ao se apropriar dos avanços tecnológicos de uma nave caída que encontrou há muito tempo. Anos depois, chega a hora de abrir um compartimento lacrado da nave que está cheia dos ovos mais característicos da história do cinema. A seguir, os Aliens tomam conta do metrô, Predadores aparecem para caçar e segredos sobre Lee são revelados. No meio dessa história criativa, escrita por Ian Edington e com ótimos desenhos de Alex Maleev, temos Rebecca Mcbride, uma assustada repórter que precisa sobreviver.

AliensAliens – Graphic Novel

Não é apenas de crossovers que se faz Alien no gibi. Aliás, a melhor história dos bichos no papel é justamente em uma graphic novel solo deles. Escrita por Mark Verheiden e com uma bela arte em preto e branco feita por Mark A. Nelson, Aliens saiu primeiro em três edições, em 1991, e depois recebeu uma edição encadernada. O roteiro segue um dos filmes mais queridos da franquia: Aliens: O Resgate, contando o destino de dois personagens do longa de 1982, o Cabo Hicks e a menina – já adulta – Newt. O clima tenso se mescla com a ação e o suspense em uma história que envolve até um culto religioso. Definitivamente uma obra-prima.

Aliens – Edição Especial

Publicada pela Editora Atitude, a revista Aliens traz um compilado de histórias com personagens diferentes, que acabam tendo o infortúnio de encontrar o pior habitante do universo. Aqui, no melhor estilo Contos da Cripta, somos apresentados a diversas leituras – que nem sempre terminam bem. No material, que saiu aqui em 1999, é possível ver o trabalho de diversos artistas – como Mark A. Nelson, Paul Guinan, Simon Bisley, Tony Akins – e também dos roteiristas Anina Bennett, John Arcudi e Mark Verheiden. Outra leitura obrigatória para os fãs do monstro cabeçudo.

Wild C.A.T.S. / Aliens

Esse é um dos encontros mais inusitados entre heróis e os bichos de sangue ácido. Na história de Warren Ellis, o grupo de Devota, Grifter e Marreta se reúne para investigar uma estação espacial que pertence a outro super grupo, o Stormwatch. Lá em cima, o clima é de terror e desolação. Bem retratado pelos desenhos de Chris Sprouse. E não demora até a equipe perceber que todo o Stormwatch foi morto e o lugar está infestado de Aliens. Aqui, o que mais chama a atenção não é o fato da história, (que saiu aqui em 2001), existir. Mas sim, dela fazer parte da cronologia oficial da editora Wild Storm como desfecho das aventuras do Stormwatch (sim, mais pra frente vamos conhecê-los melhor em outros textos). Com esse título, Ellis carimba sua fama de escritor ousado. Afinal, que roteirista faz uma equipe de super-heróis de prestígio acabar chacinada por monstros do cinema?

Aliens Salvação

Outra edição única estrelada unicamente pelos Aliens. Em uma trama muito parecida com o tom dos filmes escrita por Dave Gibbons (que trabalhou com Alan Moore em Watchmen) e desenhada pelo ótimo Mike Mignola – criador do Hellboy – uma nave de carga cai em um planeta afastado e os sobreviventes precisam lutar para continuar vivos. O protagonista é Selkrik, o cozinheiro, que narra a história em primeira pessoa sempre com uma tendência religiosa bastante pesada. Em um clima pessimista, como o que permeia diversos filmes da franquia Alien, essa demonstração de fé vem como contraponto à aparência demoníaca da criatura e aos atos desumanos cometidos contra a tripulação, que acabaram resultando na situação atual. De quebra, a edição ainda traz um belo apanhado de tudo que foi feito com os bichos em diversas mídias. Foi publicada no Brasil em 2003.

Superman versus Aliens

Uma das histórias que ajudou aos Aliens cravar os dentes nas HQ’s foi o encontro com o ícone dos super-heróis. Com história de Dan Jurgens e arte dele mesmo com Kevin Nowlan, a minissérie Superman versus Aliens em 3 edições saiu aqui em 1997 e mostra o Homem de Aço investigando uma possível nave kryptoniana. Interessante não só por uma história de arte fina e que mostra o Superman sendo levado ao limite pelas criaturas, o encontro chamou a atenção pela campanha de marketing que recebeu. Em uma época na qual gibis eram anunciados apenas nas páginas de outros gibis, ver um banner no teto de uma banca com um Alien saindo de um pano azul com o S em vermelho e os dizeres “No espaço, nem o Homem de Aço pode ouvir você gritar” foi realmente um divisor de águas no Brasil.

Ficou curioso com alguma delas? Todas podem ser encontrados em livrarias, comic shops e sebos. Talvez não seja fácil de achar uma ou outra edição, mas parte do prazer de colecionar HQs está em garimpar edições por aí.

Carlos Bazela on twitter
Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, é movido por chá preto, cerveja e boas histórias. Principalmente aquelas contadas por desenhos e balões.
About Carlos Bazela (2 Articles)
Jornalista e leitor compulsivo, é movido por chá preto, cerveja e boas histórias. Principalmente aquelas contadas por desenhos e balões.
Contact: Twitter
  • Thiago Augusto

    Se tem alguém que entende dos Xenomorfos, é o Carlos!!!. Se bobear, mais que o Ridley Scott. 🙂