Um Espião Animal é uma animação autêntica que cativa todas as idades

Desde quando saiu o primeiro trailer de Um Espião Animal, eu já fiquei interessada pelo que ia vir, com uma premissa completamente ousada, o famoso filme do pombo chega quebrando padrões das animações e adicionando elementos novos e atrevidos. Filmes de espionagem seguem uma linha de narrativa bem clichê, quem assiste muito já até sabe o que vai acontecer no final. Franquias como Missão Impossível e 007 estão sem inovação. É engraçado dizer que a Blue Sky conseguiu inovar no gênero.

Acompanhamos a história de Lance Sterling (Will Smith na versão original, Lázaro Ramos na brasileira) ele é o maior e melhor espião do mundo, as cenas de combate são completamente ensaiadas e bonitas, todos os vilões tem medo de Lance, pois ele consegue fazer as coisas mais mirabolantes que nem podemos sonhar, tudo está caminhando bem até que o vilão Killian (Ben Mendelsohn) começa a usar sua imagem e o incrimina de roubar um drone assassino e se torna um fugitivo, Marcy (Rashida Jones em inglês, Taís Araújo em português), a promotora da Agência, exige sua prisão e até o grande espião entra em apuros.

Com essa premissa básica e familiar, até parece que vai ser mais uma animação simples, mas não é o que temos. Lance se vê em um beco sem saída, ele quer pegar Killian mas como vai escapar de Marcy? É aí que ele lembra de Walter Beckett (Tom Holland), jovem cientista recém demitido pelo próprio Lance. Tomado pelo desespero de fugir e ficar invisível ele acaba ingerindo uma fórmula secreta que o transforma em…pombo!

Lance quer despombar o mais rápido possível, como ele é o melhor agente, se tornar pombo é o maior pesadelo que alguém poderia enfrentar, aos poucos ele vai adaptando, acaba fazendo coisas que só pombos entendem e conhece outros amigos pombos, além de adoráveis, eles são o grande alívio cômico da história, existe uma pomba que é a nova superpoderosa da Blue Sky, é impossível não se apaixonar.

O grande problema que Um Espião Animal enfrentava era de ser mais um filme genérico de espionagem, só que não é isso que acontece aqui, ele tem uma grande mensagem de autoconhecimento, de amizade e de ter empatia ao outro. Todos os personagens tem uma grande construção, uma história bem formada e um desenvolvimento que acontece de forma orgânica, e acabamos torcendo muito por eles e queremos que o vilão seja derrotado.

A dublagem brasileira não deixa a desejar, Lázaro Ramos está irreconhecível como Lance e provavelmente é o melhor trabalho dele na dublagem até agora, ele incorporou o pombo e deu um toque muito original, o mesmo de Taís Araújo que fez uma Marcy precisa e carismática.

Um Espião Animal ou o filme do pombo, é uma grata surpresa para 2020, a animação é original e ousa em mostrar novos elementos para gente e tirar aquela impressão que temos de o pombo ser uma praga para a sociedade. É um filme para toda a família, ele vai cativar da criança até o idoso, e é uma grande recomendação para esse finalzinho de férias.

Nath Sorrini on FacebookNath Sorrini on Instagram
Nath Sorrini
Produtora audiovisual e redatora. Potterhead da casa Lufa-Lufa, apaixonada por cinema e música, troca balada por uma boa maratona de séries. Se fosse uma personagem, seria a Amestista de Steven Universo.