Turma da Mônica: HQs chegam ao mercado digital

Depois do casamento entre Mônica e Cebolinha, tornar o Chico Bento mais urbano, Maurício de Sousa cria o aplicativo Caixa de Quadrinhos, oferecendo mais de 500 histórias da Turma da Mônica publicadas desde os anos 80 para serem lidas em smartphones e tablets.

O aplicativo tem pouco conteúdo gratuito (apenas algumas tirinhas) e muito conteúdo pago. O usuário tem duas opções: Assinatura mensal(US$ 5 no iOS, e R$ 13,07 no Android) e anual (US$ 40 no iOS, e R$ 104,96 no Android). O leitor terá acesso a 50 edições por mês, sendo que o conteúdo será atualizado quinzenalmente.

A Maurício de Sousa Produções digitalizou mais de 500 revistas para a primeira fase do projeto e a empresa escolheu as edições mais bem cotadas esse momento. O aplicativo permite que se faça download dos gibis para o internauta ler quando estiver off-line e tem um sistema de busca com filtro por personagem, facilitando a vida de quem quiser ler histórias dos seus integrantes da Turma da Mônica.

De olho no futuro, a empresa já se prepara para o mercado on-line de quadrinhos. Além de planejar traduzir o aplicativo e as histórias para outros idiomas, a Mauricio de Sousa Produções quer criar uma espécie de banca virtual para lançar as HQs da Turma da Mônica no aplicativo, assim que a edição física chegar às bancas.

O aplicativo pode ser baixado gratuitamente em celulares e tablets que utilizam os sistemas Android e iOS. Ainda não há informações sobre a versão para Windows Phone.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.