Desde que comecei a ler quadrinhos, uma aventura que já dura há uns 20 anos, sempre tive curiosidade com uma minissérie específica, cujas propagandas eu via nas últimas páginas de gibis antigos: Camelot 3000. A premissa de uma história com o Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda ambientada no futuro me atraía bastante,