“Sim, Nós Jogamos” mostra o papel da mulher na indústria dos games

Ao contrário do que muita gente imagina, game não é apenas “brinquedo de menino”. Se esse estigma foi criado no final dos anos 70 e 80, a partir dos da década de 90, o público feminino começou a tomar gosto pela atração e hoje ocupa um lugar importante na indústria brasileira de jogos. Essa é a premissa de “Sim, Nós Jogamos”, documentário da Versus, que está disponível no canal oficial da empresa.

Sim, Nós Jogamos” conta com a participação da apresentadora e editora-assistente do IGN Brasil, de Carol Costa, e outras gamers que hoje são referência no mercado brasileiro. Infelizmente, o preconceito contra as mulheres e garotas que “ousam” a surfar neste “mercado masculino” faz com que boa parte destas jogadoras influentes sejam colocadas em escanteio. O objetivo do documentário é justamente rever esse conceito sem fundamento e destacar do público feminino no setor nacional de video game. Duvida? Os números estão aí para provar: segundo a Pesquisa Game Brasil 2019, as mulheres são maioria no público de jogadores casuais (58,8%), além de corresponderem a quase a metade dos jogadores assíduos (41,1%).

Além da editora-assistente do IGN Brasil, “Sim, Nós Jogamos” entrevista outras cinco mulheres que ocupam posições de destaque em diversos pilares da indústria nacional de mages. São elas: Marina Leite (CEO da PRG Esports); Danielle “Cherna” Andrade (jogadora profissional de Rainbow Six); Melany Lo Lee (criadora de conteúdo e Streamer); Eliana Dib  (produtora de Jogos) e Victoria Moreira (editora de vídeos).

O documentário vem em momento oportuno, tirando inspiração mês de março como aquele em que celebramos o Dia Internacional da Mulher, comemorado todo dia 8 do mês.

Com 17 minutos de duração, “Sim, Nós Jogamos”relata o início da carreira dessas profissionais até a evolução em seus respectivos trabalhos, tocando em pontos sinuosos e sensíveis, como o machismo praticado pelos fãs e indústria. E serve, novamente, para reafirmar que o lugar da mulher é dentro da indústria gamer e onde mais ela quiser.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.