Pantera Negra | Para ler antes e depois do filme

Resultado de imagem para black panther ta-nehisi coates

Resultado de imagem para black panther ta-nehisi coatesJaneiro terminou e isso significa que estamos a quinze dias do primeiro blockbuster super-heróico do ano: o Pantera Negra da Marvel. O personagem, interpretado no cinema por Chadwick Boseman, já apareceu em Capitão América: Guerra Civil e é parte central da trama, ao vingar a morte do seu pai, T’Chaka, o rei de Wakanda. Mas por que a Casa das Ideias vai apostar suas fichas em um filme solo do personagem e, principalmente, por que ele parece tão bom?

O melhor jeito de responder a essa pergunta é lendo Uma Nação Sob Nossos Pés, série de encadernados que está sendo publicada no Brasil pela Panini e que está atualmente no terceiro volume. Escrito por Ta-NeResultado de imagem para pantera negra uma nação sob nossos péshesi Coates e com o livro um ilustrado por Brian Stelfreeze, a história mostra T’Challa tentando conter uma ameaça que vem de dentro de seu próprio país: um grupo de pessoas que não está contente com seu rei e um líder carismático que utiliza ensinamentos antigos para incitar o ódio contra seu soberano e protetor.

Com um enredo simples e que visita todos os personagens do universo do Pantera, como as Dora Milaje, as guerreiras que protegem o rei e a mãe de T’Challa, Ramonda, a história é uma leitura interessante para quem quiser conhecer melhor o personagem. Principalmente depois de ver o filme.

Aliás, tal qual o longa de Ryan Coogler, Wakanda aparece como um imponente paraíso tecnológico, mas que não esqueceu suas origens. Então, contracenando com tablets e telas holográficas – e com o uniforme do Pantera, que veste o corpo do herói exatamente igual ao filme – estão trajes típicos africanos, xamãs e menções a orixás, em um belo festival de coexistência que nos faz pensar no que a África poderia ser hoje se todos os povos que pisaram lá desde o início dos tempos não tivessem como objetivo a exploração de todos os meios possíveis.

E se a história de Coates já faz do gibi imperdível para quem quiser seguir o Pantera Negra após sair da sala do cinema, a encadernação da Panini traz outro presente e coloca uma ou duas histórias clássicas do personagem para quem quiser saber como ele era lá no meio da década de 1960, quando surgiu. A origem de Erik Killmonger, vilão do filme interpretado por Michael B. Jordan, inclusive, já aparece no volume dois da saga.

Portanto, Pantera Negra – Uma Nação Sob Nossos Pés é uma série para se ler antes, depois ou antes e depois de ir ao cinema para ver um dos filmes mais importantes que os estúdios da Marvel já levaram para a telona.

Ficha Técnica:

Título: Pantera Negra – Uma Nação Sob Nossos Pés

Editora: Panini

Autores: Ta-Nehesi Coates (roteiro) e Chris Sprouse e Brian Stelfreeze (arte) Laura Martin (cores)

Capa: dura

Lombada: quadrada

Papel: LWC

Páginas: 148

Formato: 17 x 26 cm

Lançamento: agosto /2017 – livro 1 |dezembro /2017 – livro 2 |janeiro /2017 – livro 3

Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.