O Último Fantasma pode ser o primeiro para novos leitores

O Fantasma, Fantasma, O Último Fantasma, A Lei da Selva, A Jornada do Espírito, Espírito que Anda,Herói, Capeto, Scott Beatty, Mythos, Mythos Editora, Mythos Books, Superman, Stan Lee, Marvel Comics, Marvel, Dynamite, Dynamite Comics, Eduardo Ferigato, capa dura, desenho, hq, gibi, quadrinho, crítica, leitura, resenha, Dimensão Geek,Antes de Stan Lee e da Timely Comics virar a Marvel e antes mesmo do Superman levantar seu primeiro voo em 1938, já existia O Fantasma. Publicado pela primeira vez em uma tira de jornal em fevereiro de 1936, o personagem criado por Lee Falk e Ray Moore logo se tornou famoso no mundo todo. Em histórias simples, mas sempre com muita ação e heroísmo, o homem mascarado vestido de roxo lutava contra a pirataria e oportunismo, sempre protegendo a selva de Bengala, sempre munido de duas pistolas e constantemente acompanhado pelo cavalo branco Herói e por seu lobo de estimação, Capeto.

Já em O último Fantasma, HQ originalmente publicada pela editora norte-americana Dynamite, o tom simples do início dos anos 1940 dá lugar a uma trama mais pesada e com toques cinematográficos. Cortesia do roteirista Scott Beatty e dos desenhos feitos pelo brasileiro Eduardo Ferigato.

Publicada aqui em dois belíssimos encadernados de capa dura pela Mythos Books: “A Jornada do Espírito” e “A Lei da Selva”, contam a história de Kit Walker, um ricaço filantropo à frente da Fundação Jornada, uma entidade voltada para o bem-estar da nação de Bengala. Ao lado da esposa, a médica Radhi, e do filho Mosi, Walker usa sua influência entre os endinheirados dos EUA para arrecadar fundos e ajudar a trazer um pouco de estabilidade para o governo local.

O Fantasma, Fantasma, O Último Fantasma, A Lei da Selva, A Jornada do Espírito, Espírito que Anda,Herói, Capeto, Scott Beatty, Mythos, Mythos Editora, Mythos Books, Superman, Stan Lee, Marvel Comics, Marvel, Dynamite, Dynamite Comics, Eduardo Ferigato, capa dura, desenho, hq, gibi, quadrinho, crítica, leitura, resenha, Dimensão Geek,Até que tudo muda. O avião de Kit Walker é derrubado durante um voo de volta dos Estados Unidos, Radhi e Mosi são assassinados e Bengala sofre um golpe de estado, indo parar nas mãos de um ditador cruel. O que ninguém esperava é que Kit Walker não só sobreviveu ao desastre, como é o vigésimo segundo de uma linhagem de heróis. Treinado por seu pai desde a infância, ele assume o juramento da família para acabar com a corrupção, a tirania e a maldade. Além de ser o protetor dos povos que vivem nas selvas de Bengala (e também ser protegido por eles).

No primeiro encadernado, acompanhamos basicamente a vingança do Fantasma contra os que mataram sua família, com a astúcia e a ação que fazem parte do personagem em seus quase 90 anos. Já no segundo, o Fantasma retorna à selva e começa a aceitar seu papel de protetor do país, que ainda sofre com a lei marcial do novo líder auto empossado. Também com o apoio de Capeto e Herói.

Mesmo com algumas passagens previsíveis, O Último Fantasma acerta em cheio na contextualização com política internacional. Ao colocar Bengala em conflito semelhante aos que muitos países da África passam, a HQ ganha ritmo. Tudo com direito a flasbacks do treinamento do novo Kit Walker e alusões aos fantasmas anteriores, contando, inclusive, a história de quando a lenda se originou, o que ajuda aos leitores novatos a se inteirar pela mitologia do personagem.

Também há alguns easter eggs para fãs mais antigos, como a presença de um uniforme vermelho. Diz-se que em alguns países – incluindo o Brasil –, quando as primeiras histórias do Fantasma foram publicadas, ele vestia vermelho porque as gráficas não conseguiam combinar as cores para obter a cor púrpura característica de seu traje.

Então, se você é um leitor novato de HQs, essa aventuras do Espírito que Anda (nome pelo qual ele é conhecido na selva) é o tipo de história que vai prender você e te deixar ansioso por mais. Já para os veteranos, é uma bela homenagem ao herói que ajudou a popularizar o termo para se referir a mascarados combatentes do mal.

Ficha Técnica:
Título:
O último Fantasma – A jornada do Espírito (vol.1),
O último Fantasma – A Lei da Selva (vol.2),
Editora: Mythos
Autores: Scott Beatty (roteiro) e Eduardo Ferigato (arte)
Capa: dura
Lombada: quadrada
Páginas: 176 (vol.1), 192 (vol.2)
Formato: 26,8 x 17,4 cm
Lançamento: agosto /2014 (vol.1) e junho /2016 (vol.2)

Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.