Estrelas Além do Tempo | Crítica do Filme

Anos 60, Estados Unidos, segregação racial no auge, culminando no ápice da luta pelos direitos civis. Um cenário nada favorável aos negros, principalmente, às mulheres negras. Pois é exatamente no meio deste furacão que a história de Estrelas Além do Tempo se passa, contando a história de três matemáticas afro-descendentes que trabalhando na Nasa ajudaram a colocar um homem no espaço.

Baseado numa história real e indicado ao Oscar 2017 em três categorias – Melhor Atriz Coadjuvante (Octavia Spencer), Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Filme – Estrelas Além do Tempo é um filme correto. Longe de ser uma obra-prima, trata-se de uma boa produção, que serve como um importante documento (afinal uma história como essa merece mesmo o registro) e apesar de não trazer nenhuma inovação em termos de roteiro e direção, conta com um ótimo elenco, repleto de belas atuações, principalmente as três protagonistas.

Janelle Monáe, que interpreta Mary Jackson, cujo objetivo é se tornar a primeira engenheira mulher da Nasa; Octavia Spencer, no papel de Dorothy Vaughan, que se tornaria a primeira supervisora negra da agência e Taraji P. Henson, que dá vida a grande matemática Katherine Johnson, que enfrenta a maior resistência por ter que provar seu valor no meio de homens brancos.

O trio que protagoniza Estrelas Além do Tempo é o grande trunfo do filme. Monáe, Spencer e Henson são a alma e o coração do longa. Embora o foco seja a história de Katherine o roteiro (que chega a ser redondinho demais) não abandona ou diminui as trajetórias de Dorothy e Mary. O elenco conta com coadjuvantes de peso como Kevin Costner, Jim Parsons (o Sheldon Cooper de The Big Bang Theory) e Kirsten Dunst que, apesar de não brilharem, servem como bons escadas para as protagonistas.

O grande defeito (o que para muitos deve ser uma qualidade) é que Estrelas Além do Tempo é um filme certinho demais. Em nenhum momento ele choca o espectador, mesmo se passando numa época complicada e repleta de conflitos. É uma obra leve e divertida, com uma história bem contada. Nada que justifique a indicação ao principal filme da Academia, mas também, não é de se jogar fora. Serve como um bom entretenimento e só.

Estrelas Além do Tempo
Direção: Theodore Melfi
Roteiro: Allison Schroeder, Margot Lee Shetterly e Theodore Melfi
Elenco: Janelle Monáe, Octavia Spencer, Taraji P. Henson, Jim Parsons, Kevin Costner, Kirsten Dunst, entre outros.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.