Grandes Encontros DC/Dark Horse é o melhor de dois universos

Predador, Predator, DC, DC Comics, hq, gibi, quadrinho, ficção científica, cavaleiro das trevas, Batman, Alien, Superman, Superman vs Predador, Superman versus Predador, Hellboy, Starman, Exterminador do Futuro, Superman versus Exterminador do Futuro, Superman vs Exterminador do Futuro, Ghost, Batgirl, Dark Horse, Grandes Encontros DC Comics/ Dark Horse – Liga da Justiça, Grandes Encontros DC Comics/ Dark Horse – Batman versus Predador, Starman, nazistas, alienígenas, encadernado, livro, Mike Mignola, crítica, leitura, resenha, Dimensão Geek, Sarah Connor, John Connor, Skynet, Lois LaneSabe quando dois personagens de universos muito diferentes se encontram? Nas HQs chamamos isso de crossover. E eles podem ser uma ótima porta de entrada para o mundo dos quadrinhos. Principalmente os que reúnem personagens improváveis de outras mídias, como o cinema.

É o que vemos no ótimo encadernado Grandes Encontros DC/Dark Horse – Liga da Justiça. Publicado aqui pela Panini, o compilado reúne quatro histórias estreladas por personagens das duas editoras e aposta na ousadia dos crossovers para atrair o leitor, usando personagens como Hellboy, Exterminador do Futuro e o Predador. Por falar no caçador de humanos, é um duelo dele com o Superman que abre o volume.

Na história, o Homem de Aço está sem os seus poderes, mas precisa salvar uma equipe de cientistas em expedição pela selva da América Central e sua amada Lois Lane da ira do alienígena sanguinário. A imprevisibilidade do Predador e a inteligência de Clark Kent, que precisa improvisar para manter todo mundo vivo, são os pontos altos da trama.

Na sequência, temos outra aventura com o último filho de Krypton, que entra na mira da Skynet após salvar a vida de ninguém menos do que Sarah Connor e seu filho John de dois Exterminadores. Essa história, aliás, é a única que pode deixar o leitor novato perdido, pois traz  personagens que não foram muito abordados fora dos quadrinhos.

Criados nos anos 1990, Aço, Superboy e Superciborgue apareceram a primeira vez na série O Retorno do Superman, quando o herói retorna ao mundo dos vivos depois de ter sido morto por Apocalipse. A Supergirl também está na trama e mostra poderes diferentes, como asas de fogo nas costas, outra herança da década de 1990. Mas ainda que quem está lendo não conheça as figuras, o entendimento da história não é comprometido.

O volume segue com a melhor história e que dá capa à coletânea. No crossover entre Batman, Starman e Hellboy os três heróis precisam se unir para salvar o primeiro Starman, Ted Knight, de um culto nazista superpoderoso, cujo plano é libertar um demônio ancestral. Uma aventura divertida e ideal para conhecer melhor tanto o “garoto infernal” da Dark Horse, quanto o legado do Starman.

Para encerrar, temos o encontro da Batgirl e da sobrenatural Ghost – a única que não apareceu no cinema ainda –, que unem forças para derrubar o Duas Caras e um homem que pode ressuscitar os mortos. A história ainda traz fichas com perfis das heroínas e dos vilões para ajudar até quem nunca leu um gibi na vida.

Tudo isso em uma edição de luxo impecável com capa dura e impressa em papel especial. Embora leve o nome da Liga da Justiça na capa, fica faltando uma história com todos ou mesmo de crossovers com outros membros do supergrupo, como a Mulher-Maravilha ou Lanterna Verde. Fica aqui nossa torcida para colocarem alguma em um possível terceiro volume, já que o segundo publicado em novembro do ano passado, é totalmente focado nos três embates entre o Batman e o Predador, que nós já falamos aqui e também merecem a leitura.

Ficha Técnica:
Título: Grandes Encontros DC Comics/Dark Horse – Liga da Justiça
Editora: Panini
Autores: Superman vs Predador: David Michelinie (roteiro) e Alex Maleev (arte); Superman vs Exterminador do Futuro: Alan Grant (roteiro) e Steve Pugh (arte); Batman / Hellboy / Starman: James Robinson (roteiro) e Mike Mignola (arte); Ghost / Batgirl: Mike Kennedy (roteiro) e Ryan Benjamin (arte).
Capa: dura
Lombada: quadrada
Páginas: 408
Formato: 26,6 x 17,4 cm
Lançamento: agosto / 2018

Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.