Encadernado traz Batman vs Predador em dose tripla

As HQs do Predador são figurinha recorrente nesse espaço aqui na DG. Isso porque o personagem, por já ser famoso no cinema, pode atrair diversos novos leitores para um novo tipo de mídia. Principalmente nos crossovers nos quais ele investe contra grandes heróis. Entre eles, está o Batman a quem já enfrentou três vezes em três minisséries, todas publicadas no Brasil durante a década de 1990.

E se você nunca teve a oportunidade de ver esses dois saindo no braço, chegou a hora. A Panini dedicou o segundo volume da linha Grandes Encontros: DC Comics / Dark Horse – que já comentamos aquiao embate entre os dos dois personagens, republicando as três minisséries em um único superencadernado que pode ser sua porta de entrada para o mundo dos gibis.

Concebidas por artistas de renome nesse meio, como os roteiristas Dave Gibbons, Doug Moench, Chuck Dixon e os desenhistas Andy Kubert, Paul Gulacy e do brasileiro Rodolfo Damaggio, as tramas são bem amarradas e colocam Batman e Predador em cenários completamente possíveis para os dois personagens mistura elementos do entorno de ambos.

Três encontos mortais

Em uma ambientação bem mais voltada para o Terror e que lembra muito o filme O Predador 2, a história escrita por Dave Gibbons leva um Predador experiente e cruel para Gotham a fim de matar os homens mais fortes da cidade. Não demora muito para pugilistas campeões dos pesos-pesados e chefões do crime entrarem em sua galeria de troféus. Só que aqui, quem faz as vezes do policial interpretado por Danny Glover investigando as mortes violentas é o Batman.

Assim que toma conhecimento do Cavaleiro das Trevas, o alien decide qual será sua presa máxima e um jogo sangrento de gato e rato, no qual Wayne precisa colocar suas habilidades à prova como nunca, tem início. Um suspense valorizado anda mais pela arte dos irmãos Andy e Adam Kubert.

Para Batman versus Predador II, Doug Moench opta por inserir a Caçadora no duelo. Não bastasse a vigilante a qual o Morcego nunca demonstrou muito apreço, cartéis de drogas colocam a cabeça dele a prêmio, inserindo ainda mais desafio na história.

Agora, o Cruzado Encapuzado sabe o que está enfrentando, mas nem por isso será uma luta fácil. Afinal, o antagonista agora é um Predador maior, mais forte e no auge de sua forma física, que vem à Gotham já com o objetivo de levar a cabeça do Batman como troféu.

Para encerrar a trilogia presente em Grandes Encontros DC Comics / Dark Horse – Batman vs Predador, temos uma história com os ótimos desenhos de Rodolfo Damaggio. No roteiro, Chuck Dixon aproveita que já não há o elemento surpresa do caçador sanguinário para mostrar toda a destreza e recursos do Batman.

Mais ciente do que nunca de quem é seu oponente, Bruce Wayne testa diversas armadilhas no combate. Mas, não pense que esse ótimo volume fecha sem uma boa dose de surpresas. Reviravoltas interessantes fazem com que o embate destoe ainda mais das duas primeiras lutas e tornem desse gibi um item indispensável para fãs dos personagens. Mesmo que nunca tenha lido uma HQ antes.

Ficha Técnica:
Título: Grandes Encontros DC Comics / Dark Horse – Batman vs Predador
Editora: Panini
Autores: Dave Gibbons, Doug Moench e Chuck Dixon (roteiro), Andy Kubert, Paul Gulacy e Rodolfo Damaggio (desenhos)
Lombada: quadrada
Páginas: 408
Formato: 26,8 X 17,2 cm
Lançamento: novembro/2018

Carlos Bazela
Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.