Apple Watch: Aparelho chega às lojas no final de abril

Depois de muito mistério finalmente a Apple anunciou nessa segunda-feira (9/3) o lançamento do seu relógio inteligente. O Apple Watch chegará ao mercado norte-americano e a outros nove países em abril com preço que varia entre US$350 e US$ 1.049. A pré-venda do aparelho começa no dia 10 do próximo mês e as vendas a partir do dia 25.

O presidente executivo da empresa, Tim Cook, usou a famosa mística da marca para definir o produto. “O Apple Watch é o produto mais pessoal que nós criamos Ele não está com você, ele está em você”, disse sobre o aparelho que será vendido inicialmente na Austrália, China, Canadá, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Reino Unido e Estados Unidos.

O Apple Watch possui vários recursos técnicos. Com bateria que dura até 18 horas de uso, ele tem um microfone e permite ao usuário atender ligações e responder mensagens, além de permitir a customização de tela com funções como calendário, outras informações e alarmes.

Utilizando o Siri, o Apple Watch tem recursos inteligentes como a possibilidade de abrir portas de hotéis da rede W, portas de garagens, pagar produtos pelo Apple Pay, tirar fotos, ouvir música, receber notícias, usar redes sociais e fazer check-ins em aeroportos pelo sistema Passbook. O aparelho também em funções ligadas à saúde e bem-estar, como o monitoramento cardíaco e aplicativos para acompanhamentos de exercícios.

O aparelho nem chegou ao mercado e já tem uma versão para os fãs, digamos, mais religiosos da marca. O Apple Watch Edition terá detalhes em ouro de 18 quilates e seu preço inicial é de US$ 10.000. Além dos preços exorbitantes, existe outro problema do aparelho. Como sempre, a empresa fabrica seus produtos exclusivamente para o seu mercado. Ou seja, se você quiser esse relógio, tem que ter obrigatoriamente um Iphone 5 ou algum modelo superior.

Fabio Martins on InstagramFabio Martins on Twitter
Fabio Martins
Santista de nascimento, flamenguista de coração e paulistano por opção. Fã de cinema, música, HQ, games e cultura pop.